Google+ Followers

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Historinhas no trânsito

Minha gente, comecei meu dia "bem". Moro perto de uma academia e, quando passei pelo estacionamento, tinha uma moça dando ré no carro. Como vi que ela não ia parar, parei praticamente do lado do carro. Quando ela passou do meu lado, aproveitei e dei um tapa na lataria do carro. A louca tava tão entretida na manobra dela que tomou um puta susto. 
Fui atravessar a praça da Borges que leva ao prédio onde trabalho e tomei um tombo. Para piorar, me sujei um pouco.
Chegando no CAFF, um carro não queria parar na faixa de segurança. Tive que meter o pé na faixa para fazer valer o meu direito.

Para amenizar um pouco, encontrei a Joana no ônibus. Encontrei ela pela primeira vez quando a Joana tinha um aninho. A mãe dela, Adriana, ficou de pé e a Joana ficou no meu colo numa boa. A partir daí, comecei a acompanhar o crescimento dela por esses encontros. Hoje, a Joana já está com quatro anos. De manhã, sempre está meio emburradinha quando entra no ônibus (ela não gosta de acordar cedo) mas conforme vai chegando perto da escolinha dela, ela se anima. Aí, aproveito para fazer umas cócegas nela e enchê-la de beijos. Adoro quando pego uma viagem com a Joana. Uma pena que quando ela entrar na 1ª série, terá que parar de frequentar a escolinha do CAFF e perderei esse contato com ela. Realmente, uma pena.




Nenhum comentário:

Postar um comentário