Google+ Followers

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Estou sem facebook

Minha gente, estou sem facebook hoje e não sei por quanto tempo. Fui abri-lo de manhã e me avisaram de que não poderia fazê-lo porque o meu computador pode estar com vírus. Provavelmente, foi um vírus que eu peguei em casa. O curioso é que peguei o vírus em casa (sei a maneira como o nosso computador é usado) e não consegui abrir o facebook no trabalho. Trabalho no Centro Administrativo do Estado, que tem uma puta estrutura. Ou seja, dificilmente o vírus viria de lá.
Demorei para entrar no facebook. Como sempre, eu sou um dos últimos a descobrir essas coisas. Usava muito o orkut. Gostava muito das comunidades dele, onde todo mundo comentava os assuntos sobre um mesmo tema. Adorava a comunidade do Grêmio, por exemplo.
Mas me parece que o facebook é mais instantâneo. Você escreve alguma coisa, bota uma foto e logo vem as "curtidas" dos seus amigos facebookianos. Você se sente querido. De certa forma, você tem os momentos de fama prometidos por Andy Warhol. É claro que tem muita bobagem no facebook: convites dispensáveis para festas e joguinhos e piadinhas infelizes mas você também cria muitas amizades e recupera algumas antigas. Isso é muito legal.
O problema é quando você estabelece uma relação de dependência com o facebook como eu criei. Já que não conseguia acessar a minha conta, fiquei o dia inteiro pensando se tinha algum recado importante.Que bobagem! Que imbecilidade da minha parte! Vivi boa parte da minha vida sem redes sociais e agora sofro por causa de um dia sem acessar o facebook? É ser muito bobo, né?
Aliás, por causa desse tal de facebook,diminui muito o meu ritmo de leitura. Estabeleci uma relação de dependência imbecil com ele. Querer saber se as pessoas vão curtir o que faço no facebook e ficar preocupado com isso é muito pobre, né? Temos que gostar mais de nós mesmos.
Consegui abrir o facebook em casa a noite (e estou passando um antivírus, é claro) mas espero ficar menos dependente do facebook, suas notificações e curtidas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário