Google+ Followers

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Minha Estreia na Arena

Confesso que estava ansioso para conhecer a Arena do Grêmio. Mas o preço do ingresso aumentou muito e eu achava caro. Como todos os jogos até agora tiveram transmissão da TV, acabava adiando a experiência. Ontem, a verdadeira oportunidade surgiu (o Grêmio e a Arena disponibilizam um campo especial no site onde os PcDs podem comprar seus ingressos) e eu resolvi aproveitá-la. Não me arrependi.
Logo na chegada, você vê um estádio bonito e imponente. Que dá vontade de entrar nele. A rampa é longa e cansativa de subir mas as imagens que eu veria logo depois compensariam. Entrando na Arena, os sinais de localização são muitos. Os corredores são largos, fáceis de circular, completamente ao contrário de Olímpico. É mole de encontrar o teu lugar.
A localização do lugar dos deficientes é maravilhosa. É um assento privilegiado (e confortável) onde você pode assistir o jogo sentado (que saudade de poder fazer isso!).
Olhem a visão que eu tinha do campo:
Comparem com a visão que eu tinha no Olímpico:
No intervalo do jogo, consegui ir no banheiro e no bar e voltar antes dos jogadores retornarem ao gramado. Quando eu conseguiria fazer isso no Olímpico? Nem a pau, Juvenal! Aliás, na Arena, tem vários banheiros acessíveis. Acompanhe na foto:
Enfim, foi uma experiência impactante. Tive um prazer em assistir um jogo na Arena que poucas vezes tive no Olímpico. É claro que a Arena tem seus problemas. O estádio é longe de tudo e mal localizado. As vias de acesso são precárias. Demorei muito tempo até chegar em casa. O uso do celular é outra coisa complicada. O curioso é que recebi ligações (inclusive do Recife), troquei mensagens mas não consegui ligar. O outro problema (continuo batendo nesta tecla) é o alto preço do ingresso. Tenho 50% de desconto em função da deficiência (no Olímpico, eu não pagava).
Mas a Arena é maravilhosa porque iguala os gremistas. Por causa da acessibilidade, todos podem torcer de igual maneira. Não existem os deficientes ou não-deficientes. Existe uma coisa muito maior que é invisível mas que só nós sentimos: o amor pelo Grêmio.

6 comentários:

  1. Adorei ver um estádio acessível! Nunca estive em um...

    ResponderExcluir
  2. Matou a pau tinha que ser o tricolor dos pampasssssssssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Cleo! Um dia, iremos juntos lá.
      Abraço!

      Excluir
  3. Fabio Affonso Lopes de Almeida3 de junho de 2013 07:15

    Parabéns pelo trabalho. Seria ótimo que tivessem em todos os estádios do Brasil!!!

    ResponderExcluir