Google+ Followers

terça-feira, 2 de outubro de 2012

E a Juliana Carvalho mudou-se para a Nova Zelândia...

A Juliana Carvalho foi quem me "iniciou" no movimento das pessoas com deficiência no Rio Grande do Sul. A Juliana é publicitária e trabalhava na assembleia legislativa, aonde criou e apresentou um programa sobre diversidade, chamado Faça a Diferença. Esse programa é o único espaço fixo na mídia gaúcha que as pessoas com deficiência tem para se manifestarem.
Baseada nessa lacuna, a Ju criou o Seminário Mídia e Deficiência. Ela trouxe representantes da imprensa e professores universitários gaúchos para discutirmos esse tema da falta de espaço para PcDs na mídia. Sim, falei no plural porque ela me deu a honra de participar da primeira mesa. O evento aconteceu no dia 27 de julho do ano passado.
E, na organização deste evento, você consegue perceber algumas das características dela: inquieta; organizada; gosta de tomar iniciativa e abraça bastante a causa. Ela trouxe a passeata do Movimento SuperAção para Porto Alegre; ela agitou a 1ª Semana da Valorização da PcD no RS e o 1º desfile de moda inclusiva. Ela escreveu um livro contando a sua vida antes e depois do lúpus. A obra chama-se Na minha cadeira ou na tua? O blog dela, Comédias da Vida Aleijada, (que anda parado, infelizmente) é ótimo. A Ju tem uma linguagem alegre, desbocada. Vale a pena curtir: http://comediasdavidaaleijada.blogspot.com.br/ . 
E, certamente, estou esquecendo de outras iniciativas da Juliana.
Com essa ida para a Nova Zelândia, a Ju deixou órfão o movimento dos PcDs no Rio Grande do Sul. Talvez eu esteja exagerando mas a Juliana era, entre nós, a pessoa mais em evidência aqui no estado. Sei que ela foi para a Nova Zelândia, em função de uma melhor qualidade de vida, principalmente na questão da acessibilidade (que deve dar de 10 a 0 na nossa), mas que você fará muita falta para nós, Ju, isso fará.


OBS: Quem quiser conhecê-la melhor, ela está na facebook. Procure por Juliana Carvalho dos SAntos.

Um comentário:

  1. Ao inves de se sentir orfao, acho que voce deveria assumir o papel dela no RS e dar continuidade aos projetos dela. Tenho certeza que ela ira te orientar da Nova Zelandia, internet tai para isso meu irmao. Se um dia eu for a Nova Zelandia, vou dar um jeito de conhece-la, ok?

    ResponderExcluir